Nosso endereço

Início da Estrada do 53º BIS, s/nº ( Ao lado do IBAMA) Bairro Bom Jardim - Itaituba - PA. CEP: 68180-000

E-mail: ceacaminhodaluz2011@gmail.com

Site: http://www.ceacluz.com.br



sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Mensagem Espírita - Sentimentos fraternos - Site da Federação Espírita Brasileira





Sentimentos fraternos


“Quanto, porém, à caridade fraternal, não necessitais de que vos escreva, visto que vós mesmos estais instruídos por Deus que vos ameis uns aos outros.” — Paulo. (1ª EPÍSTOLA AOS TESSALONICENSES, CAPÍTULO 4, VERSÍCULO 9.)

Forte contra-senso que desorganiza a contribuição humana, no divino edifício do Cristianismo, é o impulso sectário que atormenta enormes fileiras de seus seguidores.
Mais reflexão, mais ouvidos ao ensinamento de Jesus e essas batalhas injustificáveis estariam para sempre apagadas.
Ainda hoje, com as manifestações do plano espiritual na renovação do mundo, a cada momento surgem grupos e personalidades, solicitando fórmulas do Além para que se integrem no campo da fraternidade pura.
Que esperam, entretanto, os companheiros esclarecidos para serem efetivamente irmãos uns dos outros?
Muita gente se esquece de que a solidariedade legítima escasseia nos ambientes onde é reduzido o espírito de serviço e onde sobra a preocupação de criticar. Instituições notáveis são conduzidas à perturbação e ao extermínio, em vista da ausência do auxílio mútuo, no terreno da compreensão, do trabalho e da boa-vontade.
Falta de assistência? Não.
Toda obra honesta e generosa repercute nos planos mais altos, conquistando cooperadores abnegados.
Quando se verifique a invasão da desarmonia nos institutos do bem, que os agentes humanos acusem a si mesmos pela defecção nos compromissos assumidos ou pela indiferença ao ato de servir. E que ninguém peça ao Céu determinadas receitas de fraternidade, porque a fórmula sagrada e imutável permanece conosco no “amai-vos uns aos outros”.
Fonte: Site da Federação Espírita Brasileira

Mensagem Espírita - Transformação Interior e o Mundo de Regeneração - Site O Espiritismo


Transformação Interior e o Mundo de Regeneração
 Autor: Manoel Philomeno de Miranda (espírito)



“A fim de que o mundo se transforme é necessário que haja a modificação do ser humano para melhor, por ser a célula máter da sociedade. Enquanto mantiver a enfermidade espiritual resultante do atraso evolutivo, nenhuma força externa conseguirá alterar a marcha moral do planeta, desde que os seus habitantes recusem-se à transformação interior.

Os momentos que vivemos são de esforço autoiluminativo, graças às revelações que descem à Terra com maior frequência e às informações seguras em torno do processo de mudança, oferecendo a visão do futuro que a todos nos espera.

As lições do Mestre de Nazaré, desde há dois mil anos, convocam-nos ao procedimento moral correto, à convivência pacífica e ao cumprimento dos deveres de solidariedade e apoio aos que se encontram na retaguarda da ignorância, ou sofrendo os necessários fenômenos de recuperação pela dor, mediante os testemunhos, através das experiências aflitivas...

Cada um deve preparar-se para acompanhar a marcha do progresso, integrando a legião dos construtores do novo período da Humanidade. Anunciado por Jesus esse período de transição, tanto como referendado pelo Apocalipse, narrado por João evangelista e os profetas que se manifestaram a esse respeito ao longo da História, chega o momento de cumprir-se os divinos desígnios que reservam para a Terra generosa o destino regenerador, sem as marcas do sofrimento na sua feição pungitiva e desesperadora.

As forças do mal, porém, teimam em manter o quadro atual de desolação, ao lado dos abusos de toda ordem, porque pretendem continuar explorando psiquicamente os incautos que se lhes vinculam através dos hábitos doentios em que se comprazem na ilusão material.

A morte inevitável, porém, a todos arrebata, e quando despertam no além-túmulo, estorcegam na realidade, lamentando os equívocos e necessitando de oportunidade para reparação. Esse não mais se dará no planeta Terra, que deixará de ser de provas, mas em outro de natureza inferior, onde se deverá expungir a maldade e a falência moral em situação muito mais aflitiva e mais amarga."

Psicografia de Divaldo Franco

Livro: Amanhecer de uma nova era

Mensagem Espírita - Verdades e fantasias - Site Momento Espírita


Verdades e fantasias 




Em certo trecho do Evangelho, Jesus discursa sobre Sua missão.

Ele fala de modo especial da desconfiança de muitos fariseus a Seu respeito.

Diz que eles, por terem desejos estranhos, não podiam entender a Sua linguagem.

E afirma que não acreditavam nEle, porque dizia a verdade.

O homem costuma mesmo buscar soluções fáceis para os problemas mais difíceis.

Guiado pela lei do menor esforço, almeja tudo resolver sem qualquer sacrifício.

Esse gênero de ilusão medra mesmo entre os cristãos.

Muitos entendem que basta seguir alguns rituais para resolver o problema de sua redenção espiritual.

Nessa linha, o relevante se resumiria em dar algum dinheiro para uma organização religiosa, nela comparecer com frequência e se submeter a certas práticas.

Arrependimentos de última hora, sem a correspondente reparação, anulariam uma vida toda de mau proceder.

Outros já acreditam que basta aceitar Jesus para ficar rico, saudável e virtuoso, sem a necessidade de tomar a própria cruz, por entre renúncias, a fim de seguir o Cristo.

O mundo sempre distingue ruidosamente os expositores de fantasias.

É comum observar-se, em quase toda parte, a vitória dos homens que prometem milagres e fantasias.

Esses merecem das criaturas grande crédito.

Basta encobrirem a enfermidade, a ignorância ou a fraqueza humanas, para receberem acatamento.

Não acontece o mesmo com os cultivadores da verdade, por mais simples que esta seja.

Através de todos os tempos, para esses últimos, a sociedade reservou a fogueira, a cruz, a punição implacável.

O homem, em regra, aprecia meios de fugir da própria situação espiritual.

A receita da paz, consistente na reforma íntima e na vida honesta, costuma parecer muito onerosa.

Alvitres como perdoar e pedir perdão, trabalhar duro e assumir as consequências dos próprios atos soam antipáticos.

Então, ele prefere soluções mais fáceis.

Inventa métodos e simpatias para atrair boa sorte.

Se as coisas vão mal, quer acreditar em fantasias e soluções milagrosas.

Quem inventa as mentiras mais brilhantes, como a prosperidade sem trabalho, tem a clientela mais numerosa.

Por isso, o alerta de Jesus segue muito atual.

É preciso cuidar para não simpatizar com mentiras agradáveis, em detrimento da realidade.

A cada um segundo suas obras.

O homem é o arquiteto de seu destino.

Quem deseja prosperidade, precisa estudar e trabalhar com afinco.

A paz é construída mediante atitudes dignas e consistentes.

A saúde física resulta de uma vida regrada.

Para ter bons amigos é preciso ser uma pessoa boa.

A fim de merecer perdão para os próprios erros, impõe-se aprender a perdoar o semelhante.

A preguiça e a venalidade podem fazer surgir o desejo de perseguir ilusões.

Mas a felicidade é construção pessoal e intransferível.

Pense nisso.

Redação do Momento Espírita, com base no cap. 78, do livro Caminho,
Verdade e Vida, pelo Espírito Emmanuel, psicografia de Francisco Cândido
Xavier, ed. Feb.Em  7.12.2012.

Mensagem Espírita - Nascer de Novo - Site Seara Espírita



 NASCER DE NOVO

Lições de Espiritismo (Crônicas)
Editora Espírita Correio Fraterno do ABC
José Herculano Pires



Os mistérios da natureza vão sendo desvendados pela Ciência. Cada século marca um avanço do conhecimento sobre a ignorância e a superstição. O nosso século tem como missão, segundo dizia Léon Denis, esclarecer o mistério da sobrevivência espiritual. Todas as ciências avançam atualmente nesse sentido. A Física descobre a antimatéria, a Psicologia investiga os fenômenos paranormais ou mediúnicos, a Biologia mergulha nos segredos das estruturas submicroscópicas, a Astronomia reconhece a pluralidade dos mundos habitados, e assim por diante.

O ensino de Jesus a Nicodemos: “É preciso nascer de novo”, que tantas controvérsias tem suscitado no campo religioso, torna-se agora objeto de investigações científicas. Só podem abalançar-se, atualmente, a discutir a reencarnação em termos dogmáticos os que ignoram as pesquisas a respeito ou os que desejam sustentar posições sectárias. As provas da reencarnação se acumulam dia a dia. E a lógica do princípio reencarnacionista já não pode mais ser confundida pelos sofismas. A alma humana é imortal e evolui através das encarnações ou vidas sucessivas, pois a continuidade e a evolução de todas as coisas é lei universal.

Perguntam-nos alguns leitores sobre o caso do menino Terence, renascido na cidade de Búfalo, no Estado de Nova York, segundo reportagens publicadas na imprensa mundial. É o mesmo caso de Shati Devi, na Índia, tão comentado há anos passados. É o mesmo caso de tantas crianças citadas na bibliografia espírita e metapsíquica, no correr de mais de um século. É o mesmo caso das vinte pesquisas publicadas recentemente pelo professor Ian Stevenson (1) nos Estados Unidos. O mesmo dos quinhentos fatos registrados pelo professor Banerjee, na Índia, em seu arquivo da Universidade de Rajastan.

Nascer de novo não é apenas regenerar-se moralmente. A lei evangélica enunciada por Jesus, e que Nicodemos não compreendeu, é uma lei natural. O apóstolo Paulo ensina (I Coríntios) que temos corpos materiais e corpos espirituais e que todos ressuscitaremos. Há duas formas de ressurreição: a do corpo espiritual e a do corpo material. Esta última é a reencarnação, é renascer da água e do espírito, segundo o ensino evangélico.

(1) Existe já a tradução desse livro para o português, pela EDICEL, São Paulo. (Nota da editora.)

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Mensagem Espírita - O Cristo Operante - Site da Federação Espírita Brasileira



O Cristo Operante


“Porque aquele que operou eficazmente em Pedro para o apostolado da circuncisão, esse operou também em mim com eficácia para com os gentios.”  Paulo. (GÁLATAS, CAPÍTULO 2, VERSÍCULO 8.)

A vaidade humana sempre guardou a pretensão de manter o Cristo nos círculos do sectarismo religioso, mas Jesus prossegue operando em toda parte onde medre o princípio do bem.
Dentro de todas as linhas de evolução terrestre, entre santuários e academias, movimentam-se os adventícios inquietos, os falsos crentes e os fanáticos infelizes que acendem a fogueira da opinião e sustentam-na. Entre eles, todavia, surgem os homens da fé viva, que se convertem nos sagrados veículos do Cristo operante.
Simão Pedro centralizou todos os trabalhos do Evangelho nascente, reajustando aspirações do povo escolhido.
Paulo de Tarso foi poderoso ímã para a renovação da gentilidade.
Através de ambos expressava-se o mesmo Mestre, com um só objetivo — o aperfeiçoamento do homem para o Reino Divino.
É tempo de reconhecer-se a luz dessas eternas verdades.
Jesus permanece trabalhando e sua bondade infinita se revela em todos os setores em que o amor esteja erguido à conta de supremo ideal.
Ninguém se prenda ao domínio das queixas injustas, encarando os discípulos sinceros e devotados por detentores de privilégios divinos. Cada aprendiz se esforce por criar no coração a atmosfera propícia às manifestações do Senhor e de seus emissários.
Trabalha, estuda, serve e ajuda sempre, em busca das esferas superiores, e sentirás o Cristo operante ao teu lado, nas relações de cada dia.
Fonte: Site da Federação Espírita Brasileira